Qual o futuro dos empregos?

Beto Mansur

Neste início de século XXI, qual será o futuro dos empregos? Para tentarmos algumas conclusões, a Manpower desenvolveu uma pesquisa com líderes de opinião, especialistas da Área de Empregabilidade, acadêmicos e administradores públicos do Brasil.

Pelos resultados do estudo, foi constatado que, em 20 anos, a América Latina terá a segunda região de maior crescimento, superada apenas pela África.

Em torno dessa pesquisa, próximo a 2015, a América Latina terá 10 das 60 maiores cidades do mundo e, sua população rural representará próximo dos 20% desse total. Dessa forma, há previsão de um aumento proporcional da classe média urbana com educação superior, capacidade de compra, acesso à moradia.

Outra informação preciosa é de que em maio de 2008, a população mundial será de 6 bilhões e 660 milhões de habitantes. Dentro desse contexto, a população da cidade e do campo será meio a meio. Isso, sem dúvida, poderá acarretar numa pressão por empregos que nem imaginamos ainda existir e, se não houver oferta suficiente, os grupos sociais poderão fazer parte da economia informal que poderá gerar problemas estruturais que, obviamente, poderão prejudicar o crescimento, os serviços públicos e as pensões em longo prazo.

E, no meio de tudo isso, dois assuntos precisarão de atenção especial: os empregos das gerações mais velhas e a relação da região com a economia internacional.

Atualmente, sabemos que a geração que nasceu pós 1990, conhecida por Generation, tem um perfil que além de se encaixar perfeitamente às novas realidades de empregos, não há como concorrer com ela. Acima de qualquer discussão, é bem instruída, tem forte intimidade com línguas estrangeiras, é bastante tecnológica e possuem natural tendência à Gestão de Pessoas e de Marketing – o MSN e o Orkut que digam!

Porém, é preciso haver uma mudança de mentalidade dos líderes regionais em relação às políticas flexíveis de contratação de mão-de-obra, como trabalho temporário e terceirização. Penso que grande parte das pessoas do Brasil, ainda não tomou consciência da “Globalização” e isto, não permite aproveitar as oportunidades criadas no mercado internacional e nem consolidar os valores culturais regionais.

Em torno disso, temos que ter a consciência de que o mundo está muito rápido nos processos voltados à educação, com foco na dinâmica do conhecimento científico e as chamadas ‘soft skills’, com isto, formando uma cultura com valores éticos e morais. Daí, perguntamos: será que a América Latina resolverá problemas de educação básica?

Outro aspecto bem significativo na realidade do Brasil é que, há uma forte tendência nas indústrias, pelo uso da tecnologia. Assim, aqueles que dominarem tal atividade, poderão ter ótimas chances de empregos nas áreas de petroquímica, farmacêutica e biotecnologia. A combinação desses três segmentos resultará em oportunidades para novos produtos e serviços de alta tecnologia. Porém, trará um impacto para o mercado de trabalho, por causa da automatização e da modernização dos processos, podendo mudar a percepção da geração de valor dos profissionais.

De uma forma geral, pelo meu ponto de vista, as empresas deverão implementar sistemas que fomentem a produtividade, com orientação para resultados, eficácia, criatividade e inovação. Possivelmente, pela dinâmica social em vigor, será necessário adotar nova dinâmica que se adapte aos interesses motivacionais das pessoas com talento. Assim, teremos horários flexíveis, estruturas horizontais, trabalho à distância e outras políticas flexíveis.

Beto Mansur é Advogado pela UEM – PR, Qualificação Empretec pela ONU/Sebrae, Diretor de Marketing da Bem Bonito Materiais Artísticos, de Londrina – PR, Colunista do site http://www.vendamais.com.br, da Revista da Cidade, de Arapongas – PR, Pós-graduando em Empreendedorismo pela Universidade Norte do PR; professor de Sociologia em Cursos Pré-vestibulares e palestrante de Empreendedorismo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s